Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

Romper com o betão.

peq_arvore.gif

<

No nosso concelho o grosso das empresas é familiar. Esta circunstância fecha o mercado de trabalho ao local e, como os concelhos de Trás-os-Montes apresentam características similares, nem mercado regional de trabalho se constitui.


Além deste afunilamento do mercado de trabalho, outros importantes problemas se verificam: contratações no seio da família, sobretrabalho, lógicas de consumo familiar dos proveitos, etc ...


Conjugando estes problemas com a dependência técnica face ao exterior (na manutenção da maquinaria e no acesso a serviços avançados, por exemplo), tudo aponta para que a sua laboração apenas se destine ao mercado local e, quando muito, sub regional.


Com este figurino é obvio que, a construção civil e actividades da envolvência, assumem relevo exagerado.


Daqui decorrem, por conseguinte, complexas e por vezes carregadas relações entre construtores e instituições públicas, quer locais, quer mesmo de âmbito geográfico superior.


O nosso concelho vive, como não poderia deixar de ser, as atribulações do sector da construção.


Se repararem as querelas políticas mais vivas, circulam à volta de obras que, ou são largas, ou estreitas, ou fora de tempo, ou se atrasaram, ou alguém ganhou com elas mais do que se esperaria.


O debate político concentra-se no betão, tudo o resto é esquecido.


Como não enriquecemos o debate, não saímos da cepa torta.


Muito se gastou já com empreitadas e mais empreitadas, as quais não nos têm catapultado para níveis de rendimento maiores, nem têm criado emprego. (à excepção dos tachos que a autarquia foi criando para gerir o sector, não fosse a Câmara a entidade que mais empreitadas contrata)


Isto tem que acabar.


O dinheiro público para a construção civil já foi mais que muito, chegou agora a hora dos restantes sectores. O comércio necessita de apoio urgente.


À nossa volta estão a aparecer centros modernos que o vão asfixiar.

publicado por chaveslivre às 00:09
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Vamos abrir caminho ...

. Quanto mais longe pior.

. A anticipação supera a re...

. Vamos retomar a acção!

. A mentira continua!

. ...

. Desmedido frenesi.

. Rotinas passadistas

. TIC's na autarquia?

. 25 de Abril

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.tags

. todas as tags

.links

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org

.subscrever feeds

blogs SAPO

.mais sobre ...