Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

A ignorância é nefasta!

Tentar limpar, negar, o sucesso obtido para o Concelho e Cidade pela governação socialista é impossível.


O concelho de Chaves consegue entre 1991 e 2001 (dez anos de gestão SOCIALISTA) crescer 2618 habitantes, um crescimento de 6,4 %. Este facto é verdadeiramente significativo pois, nos anos oitenta (1981 a 1991 durante a gestão ppd/psd), perdeu 4943 habitantes, correspondendo a 10,8% da sua população à data. O crescimento do concelho na vigência Socialista, supera a média do Distrito (- 5,8%), a Média da Região Norte (6,0%) e a Média do Continente (4,9), podendo por isso afirmar-se com força crescente em todos estes contextos territoriais.


O crescimento populacional nas freguesias extendeu-se durante a década de 90 a freguesias rurais o que se reveste de especial importância.. Destas destacam-se as freguesias de Samaiões, Sanjurge, Curalha, Eiras, Paradela de Monforte, São Julião de Montenegro, Bustelo, Vila Verde da Raia e Anelhe, freguesias que recuperam da perda populacional verificada na década de oitenta (do ppd). Não deixa de ser significativa e espectacular a recuperação populacional das freguesias que constituem o antigo núcleo Urbano, pois as freguesias de Santa Maria Maior e Madalena, tinham perdido na década de oitenta 485 habitantes, apresentando agora um crescimento, no conjunto, de 2785 novos habitantes.


A população cresceu, porque o concelho de Chaves foi, em termos relativos, o 4° concelho mais atractivo da Região Norte, já que possui um saldo Migratório de 9,2%, valor próximo ao dos mais atractivos concelhos do Litoral Português.


sado_migra.jpg


Fonte: INE, Censos2001. Destaque de 26 de junho de 2001


Um concelho que atraía população só podia ser um concelho bem governado.


(resfolguem, há muitos mais êxitos ,só que os leitores, terão de persistir na visitara ao blog, para esse exercício de memória)


publicado por chaveslivre às 02:25
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 01:50
trata-los pelos nomes, mas se fores justo e sério, consegues dizer os que estao a comer e nao teres medo de nada
melkisdec
</a>
(mailto:melkisdec@mal.com)
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 01:36
A verdade dói a muita gente... força João XXI, tou contigo, há que tratar os bo(i/y)s pelos nomes.

Um santo Natal para todosZé Flávio
</a>
(mailto:ze.flavio@sapo.pt)
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 01:18
webmaster:
deixe o joao XXI falar. o anonimato só é utilizado quando se preve represalias..de certeza q se pudesse o faria às claras, mas com os tipos da camara todo o cuidado é pouco:

"Ai dos que planeiam a iniquidade, dos que maquinam o mal em seus leitos, e o executam logo ao amanhecer do dia, porque tem o poder na sua mão..." Miqueias 2melkisdec
</a>
(mailto:melkisdec@mal.com)
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 01:02
NÃO ACEITO LIÇÕES.
Quem as quer dar NÃO TEM MORAL PARA ESSE EFEITO.
Tudo aquilo que aqui disse e digo não pode ser negado.
Tudo aquilo que aqui disse e digo já o disse pessoalmente aos visados.
Se um compadre "rouba" será que o outro "compadre" deve calar ?
Se alguém rouba, terá direito ao "bom nome" ?
Ou será que, quando o ladrão, ou ladrões, são da "familía" a coisa é para esquecer?.
Não espero respostas porque, de certeza, não as quereis dar.
Não espero atitudes porque, de certeza, não as podeis dar.
Não espero soluções porque, de certeza, não as sabeis dar.
Bora lá Marina.João XXI
</a>
(mailto:vaticona@ppd.pt)
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 00:20
O texto anterior lançado por "JoãoXXI", retrata bem o tipo de caminho que os comentários neste blog não devem seguir.
Como tal, repudiamos na integra todo o seu teor.

Em política, os ataques ao bom nome só podem ser feitos cara a cara, para que se assuma a responsabilidades dos actos praticados.

Moralmente, não é demostração de categoria, a acusação feita, sobe a covardia que advem do anonimato.

"JoãoXXI"

O caminho que trilhas vai conduzir-te à miséria moral.

Se pretendes causar problemas ao Webmaster, fa-lo directamente, não uses truques e ardis.

"Condena o pecado, não o pecador"Webmaster
</a>
(mailto:fchavesmelo@sapo.pt)
De Anónimo a 18 de Dezembro de 2004 às 00:18
caro joao XXI:
ainda bem q por muito que nao goste de alguns tipos de ps, consegue atingir que os do ppd sao muito maus mesmo, neoliberais, com recalcamentos da antiga senhora que nao conseguem esquecer..
quanto á adrat , nao me posso pronunciar , pois nao conheço a fundo, mas tem de ressalvar que existem lá muitos ppd's, apesar de quando o ps ganha viram...são os tais camaleões, conheces??
pode tambem verificar que os ppd's substituiram todos os lugares aqui em chaves sem ter em conta a capacidade das pessoas: primeiro demitiram, encostaram,substituiram os da oposiçao, depois foi a vez daqueles neutros, que nao se manifestaram a favor do ppd, e agora até foram os deles , q notaram q só comem da gamela os filhos e amigos dos vereadores...
realmente isto está uma merda, mas tb existe no ps pessoal q nao se limita a ver as coisas com a prespectiva do tacho...
melkisdec
</a>
(mailto:melkisdec@mal.com)
De Anónimo a 17 de Dezembro de 2004 às 23:27
Eh pá, realmente, estes comentários dos ppd's quase me fazem inclinar para votar no ps.
Não fosse a enorme repulsa que mantenho por alguns "rapazes" do ps e, quase estava tentado a empurrar a mão para por a cruzinha no ps. É que há coisas que mais do que repulsa mental, provoca-me, mesmo, repulsa física.
Estando eu políticamente perto do ps, não posso deixar de pensar que, lá, há gente que "não vale os colhões de um gato"; mas por outro lado vejo que no psd continua a existir uma mentalidade de caciques, de gente que está na politíca simplesmente para se vingar dos outros, gente que está na politíca simplesmente para encher os bolsos(e reparem que não utilizo "aspas" porque é mesmo para isso que eles lá estão, à descarada).
Eu sei, e vocês sabem e todos sabemos que, por exemplo: o vereador "frança"ganhou(roubou) dinheiro com a venda do edifício do novosol; eu sei , e vocês sabem e todos sabemos que o arq. cabeleira está a ganhar(roubar) dinheiro com vários projetos na cidade;eu sei, e vocÊs sabem e todos sabemos que a lurdes campos enche o rabo a assinar projetos candidatos à cee. Todos sabemos isto e, no entanto tudo mudo que nem calhaus. Por outro lado, já alguém reflectiu por que razão continua a existir a adrat?. Já alguém pensou por que razão (e sendo aquela malta "aparentemente" ps) continuam no poleiro a abichar o dinheirame de vergonha que todos sabemos? Que mais valias tem aquela gente trazido para a região ? Porque razão é que o ppd não os afastou do poleiro; que compadrios existem envolvendo um destacado membro do ps chaves (júlio montalvão) e as câmaras psd's, de tal maneira que o filho se mantém na adrat contra ventos e marés? O que é que estes senhores fizeram pela região ? dou um doce a quem me disser um só programa, uma só atitude, um só gesto destes senhores, que promovesse o desenvolvimento regional, nada, népia, rien. São três bácoros que teêm como único objectico encher o odre à custa do erário público. Quem os pôs lá ?, quem os lá mantêm ? Que ligações há entre esta gente toda ?.
É bem verdade que os "zorros" progridem na vida, e o montalvão, como "zorro" que é, progride a olhos vistos.
À merda convosco todos.JOÃO XXI
</a>
(mailto:vaticona@ppd.pt)
De Anónimo a 17 de Dezembro de 2004 às 00:10
"derrepente" e correr! Serão cegos? E não sou nenhum comentarista. Soa mal. Rima com comunista.flavius
</a>
(mailto:flaviuslus@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Dezembro de 2004 às 03:07
Conterraneos,
por terras gaulesas tenho acompanhado os comentários deste blog.
É bom saber como anda a política pela terra.
Por isso, dou os parabens ao autor do blog (que nem sei quem é).
A propósito de virgulas, como é que explicam o facto de José Saramago ter ganho o Nobel com livros escritos sem virgulas?
Na altura o governo PPD/PSD não gostou muito.
Terá sido por não usar virgulas?
O texto do blog, pelos visto, tem virgulas em exagero. Que mal há nisso?
Não será pior uma má governação.
São as virgulas, que não deixam vir a universidade para Chaves?
Foram as virgulas que levaram mais gente para Vila real?
O comentarista Flavius quer é fugir ao erro em que caiu, ao desafiar os outros comentadores, a propósito do texto do instituto maxman.
O facto é que no tempo do Dr. Altamiro o concelho não estava em decadência como agora está.
Quem não é sério no que diz cai nestes erros derrepente.
Guilherme Fontoura
</a>
(mailto:g.fontoura@uol.net)
De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 21:38
Ele há cada um...Flavius
</a>
(mailto:flaviuslus@hotmail.com)

Comentar post