Sexta-feira, 15 de Outubro de 2004

Um criador de ilusões.

O presidente da Câmara é só palavreado a propósito das obras iniciadas e financiadas pela gestão anterior mas, nada abriu ao público, nada está ainda a funcionar - Mercado abastecedor, Universidade, Parque de actividades, Auto Estrada, Polis, etc ....
Como anda sempre lá com a mesma conversa, as obras, com este ritmo serão inauguradas 100 vezes e, com tanta inauguração (prematura), não sobrará tempo para preparar os projectos futuros.
Por isso não estranhem que venha a ser a aposição a inaugurar as obras que lançou quando era poder.
E também não estranhem que seja durante os próximos mandatos que estas se paguem, já que grande parte do seu custo está a ser pago com empréstimos.
As obras são por isso de quem as idealizou e lhes encontrou financiamento. Não são de quem por vicissitudes do destino teve a felicidade de estar à frente delas enquanto decorrem.
publicado por chaveslivre às 01:27
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 16 de Outubro de 2004 às 23:48
Também será injusto dizer-se que o presidente da autarquia não tem tido nenhuma interferência nas obras realizadas.
Não mandou fazer um furo de água e, por isso, atrasou 1 ano a inauguração das piscinas do Rebentão;
Amputou o Centro Cultural da Estação;
Estrangulou a Av.ª D. João I;
Eliminou o Parque de Estacionamento subterrâneo das Freiras;
Faz questão de se substituir à Emparque no pagamento do arranjo à superfície do Largo das Freiras;
Nada vai fazer para impedir a construção das cabines de cobrança de portagens no IP3;
Onde devia ser construída a Escola de Santa Cruz Trindade vai começar por construir edifícios;
Deixou cair a muralha e, ao que parece, já se enamorou dela assim no chão tanto tarda em mandá-la por de pé novamente...


Luís Fontes
</a>
(mailto:areias.fontes@clix.pt)

Comentar post