Terça-feira, 8 de Novembro de 2005

Para reflectir.

 


"Os profissionais sofisticados não conseguem consensos quanto ao caminho a seguir, pelo que saber quem vence e quem perde é determinado em grande parte por uma competição ex post, e não através de planeamento prospectivo."


 


Richard Nelson


Professor de Assuntos Públicos e Internacionais, Ciência Política, Gestão e Direito


Columbia University — Nova Iorque

publicado por chaveslivre às 00:27
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 12:38
Caro Osório, como seria de esperar, não entendeste o alcance da asseveração na sua totalidade. Repara que ela parte da premissa “profissionais sofisticados”, ora a sofisticação implica elasticidade, nessa vereda è factível enquadrar o devir social, de tal modo que, a avaliação ex post, sobre a ruína ou a palma è possível para o objecto do exercício social. Quanto à visão para a criatividade, plenamente de acordo.Cintia Fernandes
</a>
(mailto:cfernandes@sapo.pt)
De Anónimo a 8 de Novembro de 2005 às 00:41
Pode ser que até seja. Mas esse discurso apenas se pode adequar aos processos que envolvam uma forte componente de criatividade. Se aplicarmos o teor da asseveração ao maquinado social, no que concerne puramente e, tão só, a um devir de conflituosidade colectiva, tal não se verifica pois, parafraseando uma musica muito conhecida, “o vencedor fica com tudo”. Nestas conjunturas como prosseguir a esforço competitivo?Manuel Osório
</a>
(mailto:osorio70@clix.pt)

Comentar post